04 03 2022

Saiba como elaborar um planejamento de marketing digital e vendas

Saiba como elaborar um planejamento de marketing digital e vendas
Ouça o Conteúdo

Todo gestor busca o crescimento da empresa, mas para atingir esse desejo não basta apenas ter objetivos definidos, é preciso ter um guia que direciona as ações, desenvolvendo estratégias para alcançar esses objetivos.

É para isso que serve um plano de marketing digital e de vendas. Criado a partir de estudos, dados e análises, esse planejamento desenha um mapa do destino até os objetivos, possibilitando o aumento de vendas, a captação de clientes, o desenvolvimento de estratégias de comunicação, entre outros posicionamentos.

Além disso, essa é uma ferramenta que auxilia o empreendedor a se adaptar às constantes mudanças do mercado, ajudando-o a identificar tendências e a criar vantagens competitivas.

Quer saber suas possibilidades, o passo a passo e como tirar o planejamento de vendas do papel? Então continue lendo!

O que é um plano de marketing digital e vendas?

O planejamento de marketing digital e de vendas é uma ferramenta de gestão de marketing. Ela busca sintetizar as estratégias e ações definidas para o marketing digital de determinado período, incluindo os objetivos, indicadores, análises e outras informações que são fundamentais para orientar a empresa em seus próximos passos.

Além de planejar as estratégias, o plano também deve levar em conta o prazo das operações e dos resultados (longo, médio ou curto prazo). O mais importante, no entanto, é que esse documento esteja compatível com a realidade da empresa e que não fique esquecido na gaveta.

Apesar de existir um passo a passo modelo – que iremos mostrar ao longo deste conteúdo – um plano de marketing digital pode ser elaborado com especificidades, tais como a definição de campanhas, a necessidade de divulgar produtos e serviços, ou de forma tática para o dia a dia da empresa.

Veja a seguir os tipos mais comuns de planejamento no marketing digital:

Planejamento estratégico de marketing digital por níveis

Esse tipo de planejamento traça objetivos e para isso ele divide-se em 3 etapas.

A primeira etapa é mais ampla e busca traçar as estratégias com base nos objetivos sem definir os planos de ação. Um plano pode optar por focar no endomarketing, no marketing de conteúdo, no marketing de relacionamento, no marketing nas redes sociais, entre outras várias opções.

A segunda etapa, é mais “tática”. Ela irá detalhar as estratégias traçadas, dando corpo à ação. Digamos que a estratégia definida foi a utilização do marketing de conteúdo, a etapa tática irá definir questões como objetivos de médio prazo, canais de comunicação, orçamentos, entre outros.

A última etapa é a “operacional”. Durante esse momento o plano irá trazer as definições para o dia a dia. Ou seja, irá definir tarefas, os responsáveis, cronogramas e outras definições que possuem objetivos de curto prazo.

Planejamento de marketing digital por campanhas

O plano de marketing por campanha é aquele que foca em períodos e campanhas específicas. Eles trabalham com resultados a curto prazo e costumam ser bem objetivos. Apesar de ter essas especificidades, esse tipo de plano não deve ser pensado à parte do plano estratégico.

Digamos que o objetivo da empresa é aumentar o faturamento em 25% durante o ano, o plano de marketing por campanha deve contribuir para essa meta, não ignorá-la.

O plano mais lembrado por todos é o plano de vendas de Natal, mas são muitas as opções comerciais para a empresa, como o dia das mães, dos pais, da Black Friday, entre outros.

Além dessas datas mais conhecidas, o plano pode também buscar datas internas para a sua campanha, como a data de lançamento de algum produto ou a data de aniversário da empresa, por exemplo.

Qual a importância de ter um plano de marketing digital?

Muitas empresas não conhecem ou subestimam a importância do marketing. Mas divulgar produtos e serviços, atrair novos clientes e criar um relacionamento com eles não é tão fácil quanto se imagina.

A primeira solução é tentar fazer por si próprio; criam uma página no Facebook e Instagram, normalmente, ficam por isso mesmo. Todos esses são passos importantes, mas não são ações baseadas em estratégias e, por isso, muitas vezes não são suficientes.

A importância de ter um plano de marketing digital e de vendas está na definição de um caminho para que os resultados sejam alcançados com eficiência. Um planejamento pega ideias soltas e as orienta claramente sobre os objetivos que devem perseguir.

Além disso, um plano de marketing não é interessante apenas para os gestores, mas também para toda a equipe, que precisa entender as suas responsabilidades.

De forma resumida, com um plano de marketing digital é possível: embasar a tomada de decisões a partir de dados, pesquisas e análises, otimizar os investimentos, melhorar a comunicação interna, mapear o cenário e a concorrência, e gerar resultados a curto, médio e longo prazo.

Etapas do plano de marketing digital

Antes de qualquer coisa, não existe plano de marketing sem pesquisa de mercado. Como já citamos anteriormente, as estratégias devem ser embasadas em análises sobre a própria empresa, sobre o cenário no seu entorno e sobre os desejos e necessidades dos seus clientes.

Dito isso, veja a seguir a estrutura básica de uma planejamento:

Análise SWOT

Também chamado de análise FOFA, o SWOT é um método que engloba a análise de cenários para a tomada de decisões. Consiste na avaliação de 4 fatores em formato de matriz: strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças).

As forças e fraquezas dizem respeito ao ambiente interno, ou seja, à própria empresa em relação aos seus concorrentes. Já as oportunidades e as ameaças dizem respeito ao ambiente externo, questões que estão fora do seu controle.

Ao completar o quadro, você terá uma visão completa e assertiva de suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, podendo analisar se vale a pena ou não a tomada de decisão.

Análise do ambiente externo

Está na hora de olhar para fora e levantar dados do macroambiente e do microambiente, a fim de investigar fatores que podem afetar a atuação da empresa no período de execução do Plano de Marketing Digital.

Quando falamos sobre o macroambiente, estamos falando sobre grandes mudanças e tendências da região, do país e do mundo.

Já no microambiente, estamos falando sobre a área de atuação da empresa especificamente. Pesquise rivalidades entre concorrentes, poder de barganha dos fornecedores, poder de barganha dos clientes, ameaça de novos concorrentes, ameaça de novos produtos ou serviços, por exemplo.

Essa análise irá ajudar a construir um cenário, seja ele otimista, neutro ou pessimista.

Análise da concorrência

Dentro da pesquisa do microambiente existe um definidor que precisa ganhar destaque. A análise da concorrência é uma ferramenta de inteligência competitiva, que permite que você busque insights para as suas estratégias, antecipe algumas tendências de mercado, identifique oportunidades e vantagens competitivas, por exemplo.

Quando for fazer a pesquisa é fundamental que você busque informações sobre a atuação desses concorrentes, entendendo a fundo o público que eles estão atendendo, qual a persona desenvolvida, como divulgam seus produtos e serviços e, principalmente, como estão seus resultados.

Definição de público alvo e personas

As informações dos tópicos anteriores irão lhe dar um embasamento melhor para conseguir definir o seu público-alvo e, a partir dele, as suas personas.

Nós já preparamos um artigo especial sobre o assunto, entregando o passo a passo de uma definição eficiente do público. Não deixe de conferir.

Mas, resumidamente, o público-alvo trata-se de um grupo de consumidores com características demográficas, psicográficas e comportamentais semelhantes. É para este grupo que todas as estratégias e ações serão direcionadas.

A persona é uma personagem criada a partir das características do público-alvo. Ou seja, a persona tem um perfil humano, mais complexo e aprofundado, com valores, expectativas e dores do público, sintetizadas na representação de um cliente ideal para a empresa.

A criação de uma persona possibilita traçar a jornada de compra, mapear os conteúdos, os canais e as abordagens ideais.

Definição de posicionamento de marca

O posicionamento de mercado da marca é como a empresa é percebida e lembrada pelos consumidores. Ele irá criar uma imagem, algo único e exclusivo da marca, e deve dizer respeito a atributos da empresa ou do produto.

Esse posicionamento deve transparecer nos conteúdos, na identidade visual e em todos os pontos de contato com os clientes.

Definição dos objetivos

Para você ter as estratégias ideais você precisa primeiro ter bem definidos os objetivos que serão buscados. Mas apesar do que muitas pessoas acreditam, como você pode ver aqui no nosso conteúdo, a definição dos objetivos não é o primeiro passo.

Todos os tópicos anteriores darão a você uma base sólida para que os objetivos sejam alinhados e realísticos quanto ao cenário da empresa e do mercado.

Então, no momento de definir os seus objetivos, lembre-se que eles devem ser: específicos, mensuráveis, atingíveis e realistas. Dessa forma eles terão mais chances de serem alcançados.

Definição dos KPIs

Os KPIs são utilizados para mensurar seus resultados. Com eles você consegue utilizar métricas para acompanhar o desempenho das estratégias e saber se elas atingiram os resultados esperados. E, se não atingiram, onde está o problema e o que pode ser feito para mudar esse cenário.

Definição de estratégias

A partir desta etapa o seu plano já começa a ficar mais parecido com o que todos conhecem do marketing. É aqui que começamos a definir as estratégias específicas, que depois serão desmembradas nas definições operacionais.

Mas, por enquanto, você irá definir, por cima, as estratégias ideais para alcançar os objetivos previamente definidos. E opções de estratégias é o que não falta dentro do marketing digital (mais adiante neste conteúdo iremos pontuar as principais).

Ao definir as estratégias além dos objetivos, tenha em mente o posicionamento da marca, o público-alvo e os 4 Ps do marketing: preço, produto, praça e promoção.

Recursos e orçamentos

A primeira etapa da fase operacional é saber ao certo quais equipamentos, ferramentas e investimentos serão necessários para colocar a estratégia em prática.

Essa etapa do planejamento precisa ser muito bem pensada para evitar prejuízos e despesas desnecessárias.

Cronograma e responsáveis

Chegando ao fim do planejamento, o cronograma e a definição dos responsáveis por cada tarefa irão viabilizar a execução do plano. O comprometimento com esta etapa é mais importante do que muitos imaginam.

Os prazos são essenciais para que os KPIs sejam eficientes e o conhecimento da responsabilidade de cada um faz com que esses prazos não sejam perdidos.

Se o seu plano de marketing é estratégico, então você pode definir datas a longo prazo e responsáveis de maneira geral. Mas em outros tipos de planejamento, talvez seja mais interessante detalhar mais as tarefas e seus responsáveis, assim como definir datas a médio e curto prazo.

Elaboração do documento

Por último, você precisa pegar todas essas informações que foram recolhidas nos últimos tópicos e transformá-las em um documento, que irá servir de guia para o dia a dia de toda a sua equipe de marketing.

Você pode seguir exatamente a estrutura mencionada aqui. E sim, ele deve ser bem comprido e aprofundado. Por isso, não tenha medo de anotar e acrescentar os insights que você tenha tido em textos claros e objetivos.

5 estratégias de marketing digital para o seu planejamento

Nós prometemos destacar as principais estratégias de marketing digital para que você as considere no seu planejamento de marketing digital e de vendas. Pois bem, aqui estão elas:

Inbound Marketing

Também chamada de marketing de atração, é uma estratégia focada na atração de potenciais clientes a partir da nutrição de relacionamento com os leads ao longo de um funil de vendas, até que estejam prontos para a compra.

Envolve a criação de landing pages, Marketing de Conteúdo, SEO, relacionamento e, no fundo do funil, fechamento de vendas.

Outbound Marketing

É o contrário do Inbound Marketing. Ou seja, ao invés de criar conteúdos para atrair e fazer com que os clientes venham atrás da sua empresa, o outbound vai ativamente atrás destes clientes.

Normalmente, essa estratégia está relacionada a campanhas pagas, como de links patrocinados, anúncios nas redes sociais e banners em sites.

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo, que como citamos anteriormente é muito utilizado dentro do inbound marketing, se baseia na produção de conteúdos relevantes para os consumidores, que resolvam suas dúvidas e atraiam seu interesse para se aproximar da marca.

A ideia é gerar uma melhor percepção da marca na internet e gerar leads. Geralmente são utilizados: SEO, blogs, redes sociais e e-mail marketing.

Marketing em Redes Sociais

Presença digital é algo muito importante atualmente e é nisso que essa estratégia foca. Com um bom planejamento o marketing digital consegue transformar canais como o Instagram e o Facebook em verdadeiros canais de vendas.

Aqui são utilizados desde anúncios patrocinados até as boas práticas de promoção de conteúdos exclusivos com grande apelo visual.

Marketing focado no Branding

Branding nada mais é do que o reconhecimento da marca pelo público. Estão incluídos aqui o nome da marca, o logotipo, as cores da identidade visual, as plataformas utilizadas, etc.

Essa estratégia irá focar nesses elementos, buscando o aumento do brand awareness e assim ganhando a confiança dos consumidores.

E o marketing com influenciadores digitais, vale a pena? Confira no nosso artigo especial!

Já mencionamos por aqui neste artigo mas é sempre bom lembrar: a parte mais importante do plano de marketing é colocá-lo em prática. Você não verá resultados enquanto esse documento estiver esquecido na gaveta.

Isso significa também não negligenciar nenhuma etapa deste processo que, apesar de longo, faz toda a diferença.

A gente sabe que não é nada fácil dar toda a atenção necessária para o planejamento de marketing digital e vendas ao mesmo tempo que você cuida do dia a dia da sua empresa. É por isso que existem as agências de marketing e é por isso que você pode contar sempre com a ajuda da WB Web Marketing Digital.

Entre em contato e receba um diagnóstico completo e personalizado!

O que você achou deste conteúdo? Sentiu falta de alguma informação? Fique a vontade para deixar seu feedback nos comentários. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter para receber as atualizações do blog em primeira mão!

WB Web Marketing Digital
Autor

Redator(a) WB Web

Quer tirar suas dúvidas?

Inscreva-se para receber novidade