12 08 2019

Quer comprar seguidores? Veja vários motivos para NÃO fazê-lo

Quer comprar seguidores? Veja vários motivos para NÃO fazê-lo

Se você veio parar nesse post, com certeza se importa com a quantidade de seguidores do seu perfil, seja ele pessoal ou empresarial, certo? Ou talvez esteja apenas começando e quer saber como fazer as pessoas notarem você nas redes. Quanto mais o Instagram e o Facebook crescem, mais aumenta o padrão de número de seguidores ideal. São milhões de usuários ativos diariamente, que podem servir como “prova de credibilidade” para a sua marca: muitos clientes se deixam levar pelos números, por isso, as empresas, principalmente quando estão começando a utilizar redes sociais, cometem alguns equívocos, como comprar seguidores.

Mas vale mesmo a pena conseguir seguidores dessa forma? Todo mundo quer o tão sonhado recurso “arraste para cima” nos stories, que facilita diversas ações de marketing digital. É de comum acordo que um bom número de seguidores amplia o alcance dos posts, as interações e conversões em leads, mas a matemática não se trata apenas de consegui-los a todo custo. O retorno imediato não existe nem mesmo com técnicas eficazes de marketing digital: tudo leva tempo. Você vai ver como esse tempo valerá muito a pena no decorrer deste artigo.

A cultura de likes e seguidores

Os números enchem os olhos, geram competitividade e são sinônimo de status. É aquela velha história dos mil amigos no Orkut. Vendo essa crescente preocupação apenas com números e não com o que importa, que é o conteúdo, o Instagram retirou a contagem de curtidas nos posts, algo que gerou bastante debate pelo longo período de três dias (uma eternidade, tratando-se de internet). A rede alega que o número de likes chegava a desencadear profunda ansiedade com os seguidores mais hardcore, aqueles que não tiravam os olhos da tela para ver o desempenho das suas fotos.

Isso serviu de lição para que foquemos cada vez mais na qualidade e na experiência das redes sociais, que consiste basicamente em diversão, entretenimento e informação. Pagar para obter seguidores a todo custo é literalmente burlar o sistema, que é baseado em engajamento orgânico ou impulsionamento, no caso das contas comerciais. Há alguns anos, no Facebook, existia algo chamado fazenda de likes — páginas e grupos que vendiam curtidas para usuários e outras páginas, algo que sempre foi contra a política de uso da rede.

Dessa forma, conseguir seguidores de maneira não convencional não tornará você ou o seu negócio mais relevante nas redes sociais, apenas um usuário com dezenas de milhares de seguidores fantasmas. Isso dificilmente traz os resultados esperados (vendas ou reconhecimento, por exemplo) e oferece risco para o usuário, como a suspensão total da conta.

Por que não vale a pena comprar seguidores?

Primeiro motivo: seguidores comprados não servem para absolutamente nada. O Instagram não se baseia apenas nesse número para definir a relevância de um perfil. O que conta realmente é o engajamento, a capacidade que a conta tem de movimentar os seguidores com suas publicações. Por exemplo: uma empresa que comprou milhares de seguidores postou algo nos stories em um ótimo horário, esperando retorno desse público adquirido, porém não obteve praticamente visualização ou interação nenhuma. A que se deve isso? Os seguidores comprados não interagem, simples. Não comentam, não replicam as postagens, não clicam em links, não dão nem mesmo um like. Então por que achar que eles fariam alguma diferença nas vendas?

Comprar seguidores, além de não ser seguro, pode comprometer suas estratégias

Tem também a questão da segurança: como a maioria desses perfis são botts, eles podem ter acesso à toda a lista de contato dos seus seguidores legítimos, tornando muito mais fácil que você seja alvo de vírus, spam e até mesmo roubo de dados. Além disso, a sua métrica vai toda por água abaixo. Como traçar uma estratégia de marketing digital para seguidores que não interagem?

Seguidores reais propiciam uma comunicação de mão dupla, com feedback em tempo real, curtidas, comentários e visualização de stories. Um perfil com poucos seguidores reais tem muito mais chance de se destacar do que um com 50 mil comprados. O algoritmo do instagram, diferente do Facebook, dá preferência ao engajamento orgânico, principalmente se o conteúdo tiver mais interação: ele aparece no feed de quem interage mais, ou seja, se não há interação, não tem alcance.

O que eu posso fazer?

Existem diversas maneiras de você crescer no Instagram sem precisar recorrer a esses métodos “ilícitos”. O Instagram Ads, por exemplo, é um recurso oferecido pela própria rede, possibilitando a criação de posts patrocinados para que não-seguidores conheçam a sua marca. Quanto aos stories, existem anúncios que redirecionam os usuários com o recurso de deslizar para cima mesmo para quem ainda não possui 10 mil seguidores.

Conquistar a tão sonhada presença digital requer tempo e trabalho, mas quando os resultados surgem, você verá que compensou todo o esforço, afinal seus seguidores estarão lá porque gostam e querem consumir seus conteúdos. As redes sociais, como sempre falamos aqui no blog, são importantes aliadas das ações de marketing digital, se usadas corretamente. Fique ligado e até a próxima!

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Wb Web Marketing Digital

307 Sul, Av. LO 09, Lote 11, Sala 04, CEP 77.015-482 Palmas Tocantins

633215.4264

6398103.1865

Siga-nos