26 08 2016

Growth Hacking: você sabe o que é?

Growth Hacking: você sabe o que é?

O growth hacking é uma estratégia que vem sendo utilizada por diversas startups ao redor do mundo por facilitar o desenvolvimento ágil de um empreendimento. Podendo ser traduzida aproximadamente como “hackeando o crescimento”, essa mentalidade já foi atribuída a empresas como a Amazon, o AirBnb e o Spotify.

Saiba mais a respeito da estratégia dos growth hacking e veja por que ela é tão importante para seu negócio!

O que é growth hacking e qual sua importância?

Hacker é um termo normalmente utilizado para descrever pessoas que se desviam dos paradigmas tradicionais e adotam caminhos alternativos para alcançar soluções. Às vezes, é comum encontrar o termo sendo utilizado para descrever pessoas que encontram falhas de segurança em sistemas online, mas esse não é o caso. Aqui estamos falando de utilizar ferramentas poderosas por vias mais rápidas para aceleração do crescimento de um negócio de maneira legal, baseada em dados e em uma percepção afiada do mercado.

Growth hacking são antenados às tendências no mundo das startups e se aproveitam da tecnologia e das novas ferramentas de gestão e marketing digital. Nesse sentido, o growth hacking é mais uma forma de pensar e não uma ferramenta.

Como e quando utilizar?

O contexto de utilização principal é aquele em que é necessário otimizar uso de recursos e processos. Para fazer isso de forma eficiente, é preciso reconhecer formas mais ágeis e simplificadas de testar hipóteses antes de implementar cada mudança.

Para um growth hacking eficiente, é preciso conhecer um pouco de metodologias ágeis já existentes no contexto de startups, como a metodologia lean, design thinking, customer development, entre outras. Mas, além disso, é necessário um pouco de ousadia e disciplina já que os caminhos para crescimento acelerado nem sempre são garantidos — e por vezes podem ser um pouco arriscados. O ideal é focar esforços com base em dados e no que é mais pertinente para seu modelo de negócios.

A história do AirBnb

O AirBnb, hoje um famoso site para as pessoas alugarem e reservarem acomodações, começou de forma simples: seus fundadores eram designers que precisavam pagar o aluguel do apartamento na Califórnia e empreender ao mesmo tempo. Para resolver esse problema, pensaram em oferecer uma hospedagem a pessoas da internet que viriam a um evento na cidade.

A primeira versão do site foi desenvolvida em um único dia e só alugava o apartamento dos próprios fundadores, que ofereciam café da manhã e colchões infláveis aos hóspedes (por isso o nome, em inglês, Air Bed And Breakfast). Ao ver que a ideia havia funcionado e a variedade do público que se tornou adepto, tentaram novas estratégias para melhorar o site e ampliar suas possibilidades.

Por exemplo, a cada anúncio feito no AirBnB os usuários recebiam um e-mail oferecendo a criação do mesmo anúncio de apartamento no Craigslist com um único clique, por meio de um bot. Apesar da experiência ser muito impessoal no site de anúncios norte-americano, ele tinha uma base de usuários muito maior e redirecionava-os à startup dos designers.

Os fundadores não gostavam da experiência dos usuários no site de anúncios, mas perceberam que havia algo em comum entre o público que utilizava essa plataforma e o público com potencial para o AirBnb. O trabalho foi de análise, teste de hipóteses e uma integração que alavancou a empresa em uma velocidade muito maior.

O AirBnb é um excelente exemplo de empresa pois reflete um pouco de como um empreendedor contemporâneo deve pensar. Às vezes, pensar como um growth hacking é difícil, mas o esforço é válido. Por isso, conhecer histórias como essa vale a pena. A dica de ouro aqui é pesquisar bastante para poder escolher as melhores estratégias — e começar pelo marketing é uma boa ideia.

Deseja saber mais sobre metodologias para embasarem sua estratégia de growth hacking? Que tal começar pelo marketing digital? Saiba mais sobre o marketing de conteúdo!

Quer tirar suas dúvidas?

Inscreva-se para receber novidades